Só se falou em experiência! Em como é o coração da marca e no constante desafio de entregá-la ao consumidor. Pelos corredores com mais de 600 expositores (e milhares de visitantes de 95 países) da 107ª edição da NRF Retail’s Big Show era esse o tema principal. Ou pelo menos o mais pulsante. O maior evento de varejo do mundo aconteceu entre os dias 14 e 16 de janeiro, em Nova York. Foi minha sexta visita em 13 anos. E, como sempre, uma experiência surpreendente.

Já no primeiro dia, James Curleigh, CEO da Levi’s, chegou de bicicleta ao Main Stage ao som de Bob Dylan. A música vinha de sua jaqueta jeans com wearable technology, desenvolvida em parceria com o Google. James deu aula de como manter inovadora uma marca centenária. “Nunca foi tão importante entregar o inesperado para o seu público”, disse Curleigh.

Uma novidade importante foi a evolução do programa: antes, um pesado impresso que funcionava como guia dos participantes; agora, um aplicativo para mobile. A tecnologia substituiu e facilitou muito a avaliação da agenda e biografias dos palestrantes, dicas, espaços para anotações e interações, servindo de sistema de wayfinding para localizar as salas. Intuitivo, simples e prático.

Participei do grupo da GS&MD — Gouvêa de Souza, referência em organização e a maior delegação brasileira, com 380 pessoas. Dessas, 80 eram do Magazine Luiza que, em uma iniciativa poderosa em função do aniversário da companhia, fez um trabalho interno de endomarketing. A empresa levou um grupo com funcionários de diferentes áreas. “Dos estoquistas aos gerentes”, me confidenciou um dos participantes. Uma inovadora e motivadora forma de capacitação da Magalu.

Para ler a reportagem na íntegra, acesse: Meio & Mensagem

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PortugueseEnglishSpanish
%d blogueiros gostam disto: