Com o objetivo de elevar o fluxo de consumidores e ampliar o leque de parcerias comerciais dentro dos empreendimentos, os shopping centers brasileiros intensificam a inauguração de novos espaços para receber pets de clientes.

“Muitos brasileiros consideram e tratam os animais de estimação como se fossem membros da família. A partir do momento em que o shopping impede a entrada de qualquer tipo de pet está perdendo também os consumidores de entrar no local”, explicou o sócio-diretor da consultoria GS&Malls, Luiz Alberto Marinho.

De acordo com ele, o movimento atual está se intensificando por conta de uma “mudança inevitável” e que deve atingir a maioria dos empreendimentos nos grandes centros urbanos. “Com isso, os shoppings brasileiros reforçam também a imagem de que não são negócios voltados apenas para o varejo, mas, sim, um centro de convivência que oferece serviços”, argumentou ele.

Um dos exemplos de iniciativas dessa natureza é o Tietê Plaza Shopping, localizado na capital de São Paulo que passou a permitir a entrada de pets desde a inauguração do empreendimento, em 2013. “Encontramos uma oportunidade nessa região que é composta em maior parte por residências com animais. Vamos focar daqui para frente na implementação de serviços”, afirmou a diretora de marketing do empreendimento, Fátima dos Santos.

A executiva exemplifica essas iniciativas afirmando que houve a criação recente de um espaço voltado para receber esses animais enquanto os donos vão ao cinema ou até a praça de alimentação. “A expectativa é que aumente a fidelização do cliente atual oferecendo mais uma comodidade. Recebemos por volta de dois mil petsmensalmente”, afirmou ela. No local, existem materiais de limpeza para o dono limpar as necessidades básicas do animal. Caso o pet faça as necessidades no corredor, a equipe do shopping realiza a limpeza.

Leia a matéria na íntegra em: DCI

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PortugueseEnglishSpanish
%d blogueiros gostam disto: